Inspirar a apreciação da natureza, do ambiente, da cultura e do mundo à nossa volta.

O desafio

O projeto “Os Pequenos Naturalistas”, desenvolvido em conjunto com o Museu de História Natural e da Ciência da Universidade do Porto (MHNC-UP), pretende dar a crianças e jovens entre os 5 e os 17 anos a oportunidade de experimentar o trabalho que se faz num Museu de História Natural e da Ciência através de um programa educativo integrado, longitudinal e incremental. Tem como objetivos

  • inspirar a apreciação da natureza, do ambiente, da cultura, do mundo à nossa volta, através da participação em atividades educativas a decorrer fora das paredes da escola;
  • estimular a curiosidade acerca da vida e dos fenómenos naturais, através da apresentação de conteúdos e desafios novos e com um crescente grau de complexidade;
  • fomentar o gosto pelo saber, pelo conhecimento, pela compreensão dos processos, esperando-se que os visitantes sejam surpreendidos e se questionem acerca do que observam, escutam e sentem;
  • criar oportunidades de exploração da natureza e de interação social num ambiente cultural e científico autêntico, desafiando as crianças e os jovens a participar em ações que terão uma grande autenticidade ao decorrerem em contexto real;
  • complementar e expandir as aprendizagens formais que têm lugar na escola, através da participação em atividades de carácter eminentemente prático, desenvolvidas com tempo e respeitando os ritmos das crianças e jovens e estimular competências transversais.

No primeiro ciclo anual do programa, destinado a crianças e jovens dos 5 aos 17 anos, serão privilegiadas ações envolvendo a constituição de coleções com base em atividades indoor ou outdoor locais que desafiarão os participantes a construir pequenos gabinetes de curiosidades e museus portáteis, explorando áreas científicas como a mineralogia, paleontologia, arqueologia, etnografia, zoologia, botânica, física, química, história da ciência, entre outras.

No segundo ciclo anual do programa, destinado a crianças e jovens dos 10 aos 17 anos, serão privilegiadas ações que prevejam a promoção das coleções mini museus ou gabinetes de curiosidades que os Pequenos Naturalistas constituíram ao longo do primeiro ano, incluindo atividades de promoção cultural, divulgação, comunicação, educação, formação e mobilização ambiental. Mantendo a lógica de confluência de saberes que orientará todo o programa, neste plano explorar-se-ão áreas de interface com a ciência, como as artes (incluindo música e performance), a literatura e a tecnologia.

Para o terceiro ciclo anual do programa prevê-se a realização de campos de férias para crianças dos 6 aos 12 anos. As crianças participarão em sessões diurnas e noturnas de exploração da natureza, analisando estruturas geológicas e coberto vegetal, bem como exemplos de comportamento animal, entre outros. Participarão também em ações de monitorização e sensibilização ambiental, incluindo, por exemplo, saídas para limpeza de praias ou construção e distribuição de ninhos e alimentadores.